Blitz, documentos: feriadão e engarrafamentos

Uma gaivota repousa na praia da Armação, em Búzios: melhor pegar um barquinho como aquele para ir até lá. Uma blitz promete atormentar os motoristas.

Uma gaivota repousa na praia da Armação, em Búzios: melhor pegar um barquinho como aquele para ir até lá. Uma blitz vai atormentar os motoristas.

Vamos combinar o seguinte? Os posts prometidos (Vale das Videiras, Los Roques, passeios de barco pela Baía de Guanabara e Eñe) ficam para serem feitos no fim de semana prolongado que vou dedicar ao Rio, à praia, ao ócio e, principalmente, à filha.
Já tem gente se queixando da minha falta de comprometimento com os posts anunciados – com toda a razão.
Então, a gente vai colocar a correspondência em dia. E, logo depois, vou ver a melhor maneira de aproveitar aqui o conteúdo do blog antigo – mas isso é algo muito difícil para um ignorante das manhas da informática como eu. Mas hei de conseguir migrar os arquivos logo, logo.

Hoje quero aproveitar esta minha disposição recente em tratar das besteiras políticas brasileiras para falar do feriado de 7 de setembro. Não, não vou listar destinos, o que fazer neles, coisas assim. É só um alerta a quem vai vajar por aqui de carro. Alerta e reclamação.

Aqui tem o link para uma matéria muito triste.
É sobre a grande blitz anunciada pelo poder público para coibir inadimplentes de IPVA. Para o feriado as “duras” vão acontecer nos acessos aos principais destinos turísticos do estado, como a Costa Verde, a Região Serrana e a Região dos Lagos. Que safadeza. Os custos disso são milhares de famílias retidas em engarrafamentos monstruosos na sua aguardada viagem de fim de semana prolongado. Esse pessoal acha que brasileiro tem mesmo que sofrer, né? Onde já se viu obrigar as pessoas a uma coisa dessas? Quem quiser pegar um solzinho em Búzios (na foto) pode se preparar.

 Aliás, já reparou que o verão já começou? Aquele mapinha do jornal que andava verde já está laranja. Se é que você me entende. Ontem a temperatura bateu recorde para este inverno que já passou: mais de 36° C. A previsão para hoje é 38°C. A praia estava um espetáculo.

Voltando à blitz. Outro dia quase perdi um voo para Buenos Aires por causa de uma blitz logo na entrada da Ilha do Governador. Isso na véspera do feriado de Corpus Christi. Resultado? Levei 2h30 mais ou menos, do Flamengo ao Galeão e peguei o avião por questão de segundos. Mais um minutinho, nem isso, uns 20 segundos, já não daria, informou a atendente do check-in.
Alguém pode me explicar como se faz uma coisas dessas? Essas blitz são verdadeiros transtornos para as multidões. Blitz, como se sabe, é coisa de nazistas, facistas e totalitarismos variados.

 A Vale vai patrocinar a Paraday Gay carioca deste ano. Parece que o mote da campanha na festa GLS que já virou um marco no calendário carioca vai ser “Vale tudo”, contrariando a canção clássica do Tim Maia…

Anúncios

3 Respostas to “Blitz, documentos: feriadão e engarrafamentos”

  1. Júlio Says:

    Bruno, não só pra IPVA em débito,mas pra quem ainda não fez vistoria e estado precário de conservação do veículo.Eita, Cabral ,os caras não são fáceis não.Pedágio pra td que é lado.E o asfalto liso???????????????

  2. Dri Says:

    Eu acho de uma burrice incrivel isso. Tinha era que ter blitz nas ruas o tempo todo (fora do rush) SEMPRE. Assim, aos poucos as pessoas iam se conscientizando, sabendo que a qualquer momento poderiam ser flagradas.

    E sobre os buracos que o Julio falou, melhor nem comentar mais nada…

  3. Maria Vargas Says:

    Opa, estou na fila esperando esses posts prometidos.
    rs.
    Bjs
    Maria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: