Rio x Buenos Aires (direto do Direto do Rio de Janeiro)

Eu e Gardelito, personagem folclórico da feira de San Telmo, com o guia de Buenos Aires da VT aberto na página com a foto que eu tinha feito dele.

Eu e Gardelito, personagem folclórico da feira de San Telmo, com o guia de Buenos Aires da VT aberto na página com a foto que eu tinha feito dele.

Taí mais um textinho pescado lá do Direto do Rio, este sobre Rio e Bueno Aires.

RIO X BUENOS AIRES – Publicado em 15/06/09

Hoje este blog vai abrir duas exceções: falar de outro lugar que não o Rio de Janeiro (não, não vou implicar com São Paulo,este esporte tão carioca, como vice-versa) e publicar uma foto do blogueiro (que prefere ficar do outro lado da câmera, atrás da lente).
A ausência dos últimos dias se justifica, porque merecemos todos uns dias de folga em Buenos Aires. Estava lá eu aproveitando o feriado na feira de San Telmo quando me encontrei com o Gardelito, personagem folclórico do pedaço, que eu já havia fotografado um bocado de vezes. Depois de clicá-lo mais algumas vezes eu fui conversar com o moço. Papo vai, papo vem, eis que ele me disse que saiu em página dupla num recente guia de turismo editado no Brasil sobre Buenos Aires, uma turista lhe contou. Sabia até a página “foi na 64 ou na 69”.
Saquei da bolsa a edição mais nova do guia Melhor de Buenos Aires, aqui da VT. Achamos a foto, ele ficou muito feliz. Lá fui eu conferir o crédito da imagem, esta mania de fotógrafo. Para minha surpresa era minha mesmo (este personagem é tão fotografado que já vi nos arquivos da Abril pelo menos mais dois fotógrafos com imagens dele, o Pablo de Souza e o Julio Sanders). Tiramos este foto que ilustra o post e deixei de presente o guia com ele. Foi um momento muito gostoso.
Nesta viagem visitei alguns lugares que não conhecia, como o Boliche de Roberto, e voltei a outros velhos conhecidos, como o Café Tortoni. É nessa horas que vemos como o Rio e Buenos Aires têm muito em comum, embora não pareça à primeira vista. Além dos paralelos óbvios (o Flamengo e o Boca Juniors, o samba e o tango, a malandragem e a milonga, o Copacabana Palace e o Alvear, o Fasano e o Faena, o Matte Leão e a yerba…), há vários outros. O tal Boliche de Roberto, em Almagro, é uma espécie de Bip Bip: está para o tango assim como este boteco de Copacabana para o samba. Os músicos da velha e da jovem guarda se apresentam de maneira espontânea e de graça, como que tocando na casa de amigos. O tal Roberto deve ser o Alfredinho portenho. É um lugar pequeno, que fica abarrotado, com poucos turistas e muitos locais. Para beber uma cerveja é preciso buscar no balcão lá como cá.
Outro endereço que tem um par carioca é o Café Tortoni. Lá nos fundos desta instituição portenha, no antigo salão de sinuca que hoje tem mais mesas para acomodar os clientes, um dos pôsteres mostra alguns dos cafés mais famosos do mundo. Lá está a nossa Confeitaria Colombo velha de guerra, que é linda, linda, linda.
E eu acho que já passou da hora da nossa zona portuária dar uma de Puerto Madero…

Anúncios

5 Respostas to “Rio x Buenos Aires (direto do Direto do Rio de Janeiro)”

  1. Júlio Says:

    Bruno eu acho muito engraçado…..Ninguém fala que vai no El Caminito e no estádio do Boca Jr.Mas todo mundo vai…….Me engana que eu gosto. rsrsrsrs

  2. Júlio Says:

    MAS NÃO É VERDADE?????EL CAMINITO PQ ??/BOCA PQ???MAS TODOS VÃO LÁ.

  3. Júlio Says:

    DO EL CAMINITO AO BOCA MENOS DE UM 1 KM ANDANDO.MUITO MENOS ATÉ..

  4. Júlio Says:

    TB SÓ UMA VZ E TÁ BOM.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: