Pedra do Sal, marco do samba

Pedra do Sal, o berço do samba

Não foi neste 2 de dezembro, Dia do Samba, que peguei o trem. Prometi a mim mesmo que neste ano eu participaria da festa, mas não foi destavez. Embarcar no Trem do Samba, então, é desde já um dos projetos prioritários para 2010. Não sabe o que é o Trem do Samba? São vagões que viajam da estação da central com rodas de samba, na maior animação. Lá, perto dos domínios da Portela e do Império Serrano, a festa rola noite adentro. Quem já foi diz que é incrível. Deve ser mesmo, só pode ser.
Então, em homenagem ao Dia do Samba, publico uma foto da Pedra do Sal, na Gamboa, zona portuária do Rio. O lugar, nas cercanias da Praça Mauá, já foi o epicentro de uma área chamada Pequena África na qual residiam ex-escravos e quilombolas. Trata-se de um marco deste gênero musical, espécie de berço do ritmo. Reza a lenda era ali que estivadores e escravos se reuniam para umas batucadas depois do expediente. Isso no princípio do século 19. Durante muitos anos foi ponto de encontro dos negros da cidade, que cantavam, dançavam e cumpriam rituais religiosos. As rodas chamavam a atenção, atraindo outros bambas quando esta palavra ainda nem existia, ao menos para designar gente boa de samba.
Freqüentaram o lugar, simplesmente, nomes como Donga, João da Baiana, Pixinguinha e Heitor dos Prazeres. Muitas vezes o samba comia solto e só terminava no terreiro da Tia Ciata, na Praça 11, outro emblema do samba, não muito longe dali.
A Pedra do Sal fica aos pés do Morro da Conceição, bem perto do Largo da Prainha. Existem antigos degraus de pedra escavados por escravos. E tem esse nome porque seria ali um depósito para o sal que chegava à cidade. Há um boteco logo ao lado. E, bem na esquina, está o Gracioso, um boteco fenomenal que já foi falado aqui mais de uma vez. Às vezes rola até “lavagem” da Pedra do Sal, como no Bonfim, na Bahia.

E, olha só que legal. Se numa segunda-feira dessas você estiver pelo Centro do Rio de bobeira, pode pintar lá. O grupo Batuque na Cozinha faz uma roda de samba a partir das 16h. Grátis. É ou não é a cara do Rio. Sambão na segunda-feira.
Vários artistas plásticos se instalaram ali em cima nos últimos anos. Uma vez por ano eles se organizam no Projeto Mauá, o Morro da Conceição de Portas Abertas, em dezembro. Dez artistas abrem seus ateliês ao público neste recanto da cidade que ainda preserva casarões coloniais.
Viva o Morro da Conceição. Se você não o conhece, deveria.

Anúncios

3 Respostas to “Pedra do Sal, marco do samba”

  1. dufas Says:

    Levei anos pra pegar o trem, Bruno, mas agora não perco mais. É muito bacana. Caótico, alegre, espontâneo, parece carnaval 🙂

  2. Silvana Nunes Says:

    Olá, boa tarde.
    Sou professora, pesquisadora e contadora de histórias.Vivo de blog em blog angariando leitores e tentando divulgar o meu pelo simples fato de perpetuar a história de meu país – tenho medo que ela seja engolida por toda essa globalização.
    Se gostar de meu esdpaço e achar minha proposta coerente, por favor SIGA-ME nesta luta por um mundo melhor.
    FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER… está convidando para conhecer uma lenda bastante contemporânea – a do pássaro-cabeça-de-vento.
    É só clicar no link http://www.silnunesprof.blogspot.com que você chega até lá rapidamente.
    Gostaria que tivesse um pouquinho mais de paciência comigo, estou com alguns probleminhas para resolver: preciso de um novo exame de vista e de um monitor novo, o meu está meio embaçado, já tentei regular, mas o problema está com ele mesmo, tenho de comprar outro. E agora não me encontro em condições disso – só eu sei o sacrifício que faço para postar as histórias.
    Se já passei por aqui, mil perdões. Como disse, a falta dos meus óculos e esse monitor com problemas não me deixam enxergar direito.
    Que os bons ventos soprem a seu favor neste ano de 2010.
    A PAZ .
    Saudações Florestais !

  3. Em homenagem ao Dia do Samba « Rio de Janeiro a Dezembro Says:

    […] Tem tem uma roda lá, berço do samba, às sextas. Mas a de segunda é melhor (leia mais clicando aqui). – Clube dos Democráticos, de quarta a sábado, rodas organizadas pelo boa praça Nano Ribeiro. […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: