Cunha e São Luiz do Paraitinga: duas outras vítimas da chuva muito queridas

Esta linda igreja em São Luiz do Paraitinga, simplesmente, não existe mais

Este reveillon desgraçado também não poupou outros dois lugares muito queridos por mim, além da Ilha Grande. Cunha e São Luiz do Paraitinga, essas já cidades paulistas, também estão arrasadas.
Cunha tem elevada consideração na minha estima por causa do grupo de congada, que se apresenta em Paraty durante a Festa do Divino, um dos momentos mais bonitos da celebração do Senhor. Por causa deste apreço viajei à cidade certa vez. Fiquei numa dessas pousadas rurais no caminho de Paraty, região devastada pelas chuvas. Tenho, até hoje, no aparador da sala, uma garrafa da cachaça que comprei lá.
São Luiz do Paraitinga ganhou minha admiração conforme me interessava, a cada ano mais, pelo Festa do Divino Espírito Santo. Porque é lá que se reúnem os grupos folclóricos de todo o Vale do Paraíba para dançar na praça. É lindo, colorido, comovente..
Na data é preparado o afogado, um ensopadão de carnes, prato típico da região, que é servido à população.

A linda igreja na praça principal, esta aí da foto, feita durante a Festa do Divino, é claro, como indicam as bandeiras, ruiu.

E, com este post, quero encerrar este assunto tão doloroso. Porque este blog é um lugar de alegria.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: