Camponesa da Beira, em Teresópolis: um lugarzinho pra chamar de seu na serra

Bolinhos de bacalhau com azeite e pimenta: é só começo da farra portuguesa, com certeza

Virou moda. Todo mundo tem os seus “lugarzinhos”, aqueles endereços desconhecidos que as pessoas adoram apresentar para os amigos, tentando se mostrar safos, bem informados e de bom gosto. Geralmente são lugares pequenos, baratos e de aparência modesta, de modo que ninguém seja capaz de desconfiar que dali de dentro possam sair coisas divinas. O lugarzinho pode ser também uma roda de samba ou uma festa (geralmente sem divulgação), um boteco ou um quiosque, até um hotel. Aí, como todo mundo se acha no dever de ter o seu lugarzinho, a coisa ficou, de fato, como o Castanho constatou, meio chata. Fui apresentado a muitos lugarzinhos legais, outros nem tanto. Nem todo o lugarzinho que o seu amigo garante ser incrível merece a nossa consideração. E pode até ser que alguém vá e ache uma droga a minha dica, embora eu duvide muito. Escondido numa portinha, o restaurante Camponesa da Beira, em Teresópolis, sempre foi querido por mim. E é cada vez mais. Da comida ao ambiente, passando pelos bate-papos com os donos, dá para se sentir de verdade em Portugal como em poucos lugares no Brasil (como a Cadeg, por exemplo). E o que se come lá é sempre delicioso. Comece com os bolinhos de bacalhau, passe por qualquer prato com este peixe e termine provando os pastéis de nata (mas não dispense os outros doces da casa) acompanhado de uma bica. Bica é o cafezinho em Portugal, ora pois. A conta vai dar baratinha, considerando que se usa bacalhau do bom. Pouca gente conhece, mas o Guia Quatro Rodas, que não é bobo nem nada, lista o restaurante há uns 20 anos. Ou seja, se você é sagaz e viaja com o Guia Brasil debaixo do braço, tem grandes chances de ter pintado por lá em sua passagem por Terê. Mas, caso contrário, dificilmente você se regozijou por lá alguma vez. A não ser que alguém tenha te dado a dica deste lugarzinho… Ah, sim: a Camponesa da Beira fica na Rua Heitor de Moura Estevão, 22, Centro. O telefone é (21) 2742-1993.

Índice de posts de cidades no estado do Rio de Janeiro: clique aqui.

Anúncios

3 Respostas to “Camponesa da Beira, em Teresópolis: um lugarzinho pra chamar de seu na serra”

  1. Dona Irene, em Teresópolis: refeição de czar « Rio de Janeiro a Dezembro Says:

    […] mesma matéria falo, ainda, do restaurante Camponesa da Beira, já tratado aqui neste blog. E, para ler mais umas dicas de Friburgo, deixo este link […]

  2. Índice de posts de cidades no Rio de Janeiro « Rio de Janeiro a Dezembro Says:

    […] Camponesa da Beira: um lugarzinho pra chamar de seu – Dona Irene: refeição de […]

  3. Tempero com Arte: bom, bonito e barato, um restaurante para todas as horas em Teresópolis (e o favorito da filha) « Rio de Janeiro a Dezembro Says:

    […] Não adianta eu sugerir o banquete russo da Dona Irene, as receitas ótimas de bacalhau da Camponesa da Beira, ou mesmo as pizzas delicadas da Manjericão, ou as especialidades alemães da taberna Alpina, ou […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: