Buenos Aires: uma “roda de tango” no Boliche de Roberto

A melhor parte do show é quando os cantores da velha guarda cantam

Em Buenos Aires, assistir a um show de tango é tão obrigatório quanto comer um bife de chorizo com “una copa” de malbec. Que tal, da próxima vez, visitar uma casa deslocada do circuitão turístico? Em Almagro, a apenas dez pesos de táxi do Centro, o Boliche de Roberto não é uma milonga nem uma casa de shows. Não espere jantar, bailarinos coreografados nem tampouco lugar marcado ou garçons. Trata-se apenas de um bar de esquina, com algumas poucas mesinhas e um balcão de madeira enfeitado por dezenas de garrafas antigas. Não se paga ingresso. Sua despesa vai ser apenas as garrafas de Quilmes, que você mesmo terá de buscar, e a contribuição para os músicos, que correm o chapeuzinho a cada apresentação. É provável que não se gaste nada além de 20, 25 pesos. Nas paredes, fotos e reportagens sobre a casa e os seus personagens. Ali a velha guarda do tango encontra a juventude num pequeno palco. Dois ou três se apresentam por vez. A plateia ajuda nas canções mais conhecidas. Chegue cedo, porque o lugar fica lotado. Umas 22h está bom. Primeiro cantam os mais jovens. Lá pela meia-noite a coisa esquenta. Uns senhores grisalhos desfilam clássicos do gênero. Uns rapazes acompanham ao violão. Parece um grupo de amigos se divertindo. Se fosse no Brasil a gente chamaria de roda – de samba de fundo de quintal.

SERVIÇO: El Boliche de Roberto -Bulnes, 331, Almagro. Tel.: 54-11-4862-0415. www.barderoberto.com.ar.

*O carioca Bruno Agostini é freqüentador das rodas de samba da Lapa. Entendeu a referência?

Este texto foi publicado na revista Red, da TAM, ótima por sinal.

Anúncios

3 Respostas to “Buenos Aires: uma “roda de tango” no Boliche de Roberto”

  1. gisele Says:

    UAUUUUUUU que lugar!!!
    Conhecia uma Buenos Aires de gente de fora. Esse bar é algo “mágico”. A qualidade do tango da velha guarda, gente de todas as idades prontas a ouvir e cantar junto. Muito bom, tudo muito bem resolvido! Precioso!!!

  2. Bistrôs de Buenos Aires: onde comer bem, bacana e barato, um guia essencial para a capital argentina – Por Alex Herzog « Rio de Janeiro a Dezembro Says:

    […] muy queridas, como a Confeteria Ideal e La Viruta, onde ocorrem lindos bailes de tango (só faltou El Boliche de Roberto), Lo de Joaquín Alberdi, endereço certeiro para comprar boas garrafas. Também estão ali as […]

  3. Douglas Alves Says:

    Alguém sabe se lá tem como ver a final da libertadores pela TV? Ou ver em algum lugar perto e depois ir pra lá?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: