Jamón ibérico é tema de festival para celebrar o primeiro aniversário do eñe

A cozinha aberta do eñe: espanhol moderno faz aniversário

Mas já?

Pois é. O eñe está completando um ano.

E o que se faz nessas horas? Menu comemorativo, é claro.

Jamón ibérico pendurado em bar de tapas em Granada: símbolo da cozinha espanhola é o tema do festival comemorativo do restaurante eñe, em São Conrado

No caso do restaurante espanhol, cujo cardápio especial entrou em cartaz ontem, o tema dos festejos é bem apropriado, o jamón ibérico.

Este presunto cru espanhol aparece em várias novas receitas que brindam o aniversário da casa.

O nome do novo menu já dá indícios disso: chama-se Festival de Jamón. Para celebrar em grande estilo eles foram atrás de um bom produtor, e trouxeram para o Brasil algumas peças de pernil de porco preto curado muito especiais. O nome oficial é Jamón Iberico Gran Reserva, com assinatura da Josep Llorens e Fills, que é importado não faz muito tempo para o Brasil.

A parada é a seguinte. O começo é com uma tábua de embutidos espanhóis e o clássico “pan con tomate”, seguida da salada do Jamón Ibérico Gran Reserva. A seguir algo que me parece ser o mais interessante da noite (sim, adoro ovos e cogumelos), o ovo poché con mix de setas e Jamón Ibérico Gran Reserva, ou seja, ovo poché com cogumelos e presunto cru. Depois vem a mais curiosa das receitas,o “suquet con dendê e leite de coco”. O tal “suquet” é uma espécie de suco de frutos do mar. Este prato é como se o carnaval de Nice se encontrasse com o de Salvador, uma espécie de creme de bouillabaisse com moqueca. Sei lá, como se trata de terreno espanhol, seria como La Marseillaise em ritmo de axé num bar de tapas de Sevilha. Captou?

O passo seguinte é mais ou clássico ibérico, e também do eñe, o cochinillo iberico crujiente, leia-se leitão crocante, ou seja, um pururuca hispânico. 

A Espanha está em crise econômica. E a Alemanha, em alta, conforme os indicadores recentes. Isso talvez explique a sobremesa, a floresta negra com frutas vermelhas, homenagem à torta germânica, que por sua vez alude à tal floresta.

Incluindo degustação de Jerez Fino Tio Pepe , custa R$195 por pessoa e o menu fica em cartaz até o dia 22.

Índice de posts de bares e restaurantes na cidade do Rio de Janeiro: clique aqui.

Anúncios

Uma resposta to “Jamón ibérico é tema de festival para celebrar o primeiro aniversário do eñe”

  1. Índice de posts de bares e restaurantes na cidade do Rio de Janeiro « Rio de Janeiro a Dezembro Says:

    […] (Festival de Jamón para celebrar um ano e um incrível jantar […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: