Rio Botequim no interior do Rio de Janeiro (e mais dez botecos muito queridos)

Maria se esbalda no chuveiro que dá nome ao Bar, às margens da Rio-Santos, em Angra

O Guia Rio Botequim tem uma virtude rara, além de listar os melhores botecos da cidade: consegue se renovar a cada edição.
Este ano, para mim, foi o melhor de todos. Em primeiro lugar, é a lista mais abrangente. Em segundo lugar, o projeto gráfico está lindo. E, em terceiro lugar, porque dessa vez os botequins são classificados em uma, duas ou três estrelas, na verdade, ovos estrelados. E, last but not least, porque agora em vez de selecionar apenas os melhores bares do Rio Guilherme Studart também apresenta alguns endereços no interior do estado, como o Caldinho de Piranha, em Teresópolis, o Bar dos Pescadores, em Búzios, o Caneco Gelado do Mário, em Niterói, e o Bar do Chuveiro, em Angra dos Reis, quatro velhos conhecidos. O livro me deixou com vontade, pela primeira vez, de fazer uma incursão gastronômica pela Baixada Fluminense, porque tem umas coisas que parecem muito interessante. Também fiquei louco para conhecer a costela com inhame do Assis, em São Gonçalo, e só pelo nome tenho a sensação de que é algo delicioso.
Então, resolvi também fazer a minha listinha de botecos, ou restaurantes com  espírito de boteco, no interior do Rio de Janeiro (com predomínio natural para endereços teresopolitanos, que é a minha montanha preferida desde a infância).

– Quiosque do Lapinha, na Praia do Pontal, em Paraty
– Quiosque do Ranieri, na Praia de José Gonçalves, em Búzios
– Camponesa da Beira, em Teresópolis
– La Birosca Romana di Sandro, em Teresópolis
– Cantinho da Valéria Fernandes, em Teresópolis
– Chalé das Delícias, entre Vassouras e Miguel Pereira
– Lua e Mar, na Vila do Abrãao, na Ilha Grande
– Pão & Pão, em Nogueira, em Petrópolis
– Bar do Mercado Produtor, em Itaipava, Petrópolis
– Recreio, no Centro de Petrópolis

O pastel de camarão, bem recheado, do Bar do Chuveiro

Índice de posts de cidades no estado do Rio de Janeiro: clique aqui.

Anúncios

Uma resposta to “Rio Botequim no interior do Rio de Janeiro (e mais dez botecos muito queridos)”

  1. Índice de posts de cidades no Rio de Janeiro « Rio de Janeiro a Dezembro Says:

    […] de matérias gastronômicas – Insólito hotel (e um fim de semana perfeito na Região dos Lagos) – Rio Botequim no interior do Rio de Janeiro (e mais dez botecos muito queridos)     Casarão do Matutu, em Aiuruoca, entrada do vale com lindas […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: