Bottega del Vino, no Leblon: o bar de tapas “alla italiana” da dupla Dionísio Chaves e Nicola Giorgio

No quadro negro, os sócios resumem o espírito do restaurante

Depois de dar uma passadinha na festa de inauguração da Bottega del Vino, na noite de sexta passada, antes do Natal, voltei na segunda para jantar.

Já tinha folheado cardápio, e tinha me entusiasmado bastante com a nova casa da dupla Dionísio Chaves, sommelier, e Nicola Giorgio, o maestro do salão, responsáveis por uma das melhores novidades de 2011, o restaurante italiano Duo, na Barra.

Salão lotado na noite de estreia

Na noite de segunda, inauguração para valer, a casa ficou lotada, mesmo sem muita divulgação. Porque os dois sócios e amigos estão entre os mais admiráveis profissionais da restauração, como diriam os portugueses, do Rio de Janeiro. As pessoas confiam nas sugestões de Nicola, e nas harmonizações do Dionísio, os clientes são fieis à dupla, porque os caras são mesmo muito bons. A casa estava lotada. Encontrei amigos, como o Cesar Hasky, do Ten Kai, e vi famosos, como o boa praça Tadeu Smicht, que numa frase resumiu perfeitamente o espírito de quase todos os que estavam ali no jantar de abertura.

– Se o Dionísio recomenda essa vinho eu bebo de olhos fechados.

Pois eu também.

Estava decidido a pedir algumas coisas, como o fígado com polenta e a costelinha de porco com purê de feijão branco.
O cardápio completo eu publico no fim do post.

Mexilhões gratinados com espumante rosé: harmonia

Então, comecei com uma taça de espumante rosado italiano, que abriu os trabalhos sendo logo em seguida acompanhada pelos mexilhões gratinados com molho de tomate, indicação do Nicola que eu acatei alegremente.

Fígado com polenta e um bom Borgonha branco: boas companhias

Em seguida, o fígado de boi com polenta, que estava ótimo. Adoto fígado, mas é tão raro achar algum prato em restaurantes de qualidade aqui no Brasil. Encontramos em bons botecos, e nos ruins também, mas em restaurate é uma raridade. Pena. O da Bottega estava ótimos, ainda mais na companhia de um bom Borgonha branco, que logo em seguida foi sucedido por um apimentado Cabernet Sauvignon chileno, da Laura Hartwig, um dos produtores de que mais gosto no país.

– Esse vinho tem uma pimentinha que vai combinar com o fígado – disse o Dionísio, ao repousar a taça com o tinto chileno na minha mesa.

Filé com molho de Chianti e juliana de legumes crocantes com Cabernet Sauvignon Chileno: bingo!

Pois foi com esse elegante e potente vinho em mãos que tracei o battuta, um filé mignon passado na chapa servido com molho de Chianti e juliana de legumes crocantes, essa uma sugestão do Cesar Hasky, que jantava com a família, e me confidenciou ao final:

– Comemos seis filés!

Eu comi apenas um, e estava mesmo ótimo.

Costelinha de porco untuosa e macia, purê de feijão branco aveludado e um rico Barolo: comunhão perfeita.

Era o clímax do meu jantar. Até agora não estou certo se gostei mais do filé com Cabernet Sauvignon ou se a costelinha de porco com purê de feijão branco, servido com um grandioso Barolo Prunotto Bussia, que engrandece qualquer prato como esse.

Tiramisu, o gran finale!

Encerrei com um tiramisu delicioso, feito na casa.

Agora, o menu:

O menu de almoço: couvert, entrada e prato principal, por R$ 44, ou R$ 60, com uma taça de vinho.

A segunda parte, com as especialidades, pratos em pequenas porções, e uma seleção de massas, um pouco maiores.

Saladinhas, carpaccios, uma bela seleção de patês, frios e queijos: ótimo para petiscar bebendo um vinho legal.

Sobremesas, cafés e alguns vinhos em destaque.

Eu curti, e você?

Índice de posts de bares e restaurantes na cidade do Rio de Janeiro: clique aqui.

Anúncios

2 Respostas to “Bottega del Vino, no Leblon: o bar de tapas “alla italiana” da dupla Dionísio Chaves e Nicola Giorgio”

  1. Índice de posts de bares e restaurantes na cidade do Rio de Janeiro « Rio de Janeiro a Dezembro Says:

    […] Bottega del Vino […]

  2. Brigite’s: já está funcionando mais uma grata novidade na gastronomia carioca « Rio de Janeiro a Dezembro Says:

    […] Melhor que isso, só mesmo a nova leva de restaurantes que o Rio ganhou. Temos o Irajá, o Vieira Souto, a Bottega del Vino… […]

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: