Andar pela praia até o Leblon…

O pôr do sol de janeiro, em Ipanema: a foto é de verões passados, ok?

Caminhando do Arpoador ao Leblon, com o verão escancarado à minha frente, fiquei pensando sobre a estação. Solzinho no coco, para fermentar a ideias.

A primeira coisa que me veio a cabeça foi a certeza de que se houvesse metade, ou menos, de turistas o verão no Rio seria muito mais legal.

Por mim, iam embora os paulistas e os mineiros. E os gaúchos. Deixando, é claro, as paulistas e, principalmente, as mineiras. Sim, e as gaúchas, é claro. Façam-me o favor.

A segunda coisa que reparei foi em como está fazendo sucessos as bicicletas alaranjadas do banco, que parece até que foram inventadas pelo Cesar Maia. Curioso notar que pelo menos metade das pessoas que usam o veículo não sabem andar direito. Parece que vão caiar a qualquer instante, com o guidon tremilicando, caras de assustados. Isso porque estão de cara para a praia de Ipanema. Imagine a expressão dos sujeitos se trafegassem na Marginal Tietê… Deviam alugar bicicletas com rodinha. Tô falando sério.

Outra coisa que notei nos ciclistas-publicitários. Eles deixam as bolsas nas cestinhas. Não façam isso. Em Amsterdã há muito larápio que pega as coisas que estão nas bolsinhas da frente do povo incauto que pedala pela cidade. Imagine aqui…

Pois também reparo que paulistas adoram falar ao telefone na praia e no calçadão. Oito em cada dez pessoas que passam conversando no celular têm sotaque incunfundível.

Por fim, terminei o passeio pensando na frase “o que vale é a intenção”.

Caramba, mas que bobagem. Quanta gente se tornou medíocre acreditando que “o que vale é intanção”. Não, o que importa é fazer bem feito, no prazo determinado, no menor tempo possível. Fazer  bem, e rapidamente. Claro que boas intenções são sempre um ótimas, ponto de partida para se fazer qualquer coisa. Mas não é o suficiente.

Vejamos, por exemplo, o novo pacote que o nosso brilhante governo quer fazer para estimular o turismo, que é no fundo o tema dessa crônica.

Eles dizem que, para chamar mais estrangeiros para nos visitar, vão diminuir os impostos dos aparelhos de TV e ar-condicionado para os hotéis, e que farão o mesmo com o querosene de aviação, para baratear as diárias e as pasagens…

Acho que a intenção é boa, mas a ideia é um equívoco total, parece coisa de doidos, tese formulada num manicômio de políticos. Já viu algum país atrair turista baixando imposto de eletrodoméstico e combustível? Parece piada. Talvez seja…

Vim para casa escrever. Agora, com licença, vou voltar para a praia para um mergulho redentor.

Desse jeito, vou sempre trabalhar feliz e, desculpe o pleonasmo, com a alma lavada, de água salgada.

Anúncios

3 Respostas to “Andar pela praia até o Leblon…”

  1. André Silva Says:

    Muito preconceito e provincianismo, ataque gratuito e desnecessário aos paulistas, melhore o nível por favor, um jornalista formador de opinião se prestar ao papel de propagar picuinha e bairrismo é algo lamentável. Você tem responsabilidade pelas idéias que propaga, nos tempos atuais vc deveria repelir preconceito, discriminação ao invés de defender manias ultrapassadas, que paulistas e todos os brasileiros sejam respeitados em todos os Estados, seja feliz e abandone essa mágoa contra SP e paulistas.

    • brunoagostini Says:

      Caro André, aprenda a ter senso de humor. Como não percebeu que é só uma piada? Não há mágoa alguma com São Paulo, ao contrário, gosto da cidade. Mas, como bom carioca, gosto de provocar. Sorria, rapaz.

  2. Gabriel Santos Says:

    Hummmm…será que vc dá conta de tanta mulher assim? Paulistas, mineiras e gaúchas? Tá pegador hein?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: