La Carioca: “una cevichería chiquita y hermosa” no Jardim Botânico

Na última vez em que estive em Buenos Aires, em 2009, havia aproximadamente 40 cevicherías na cidade, e outras vertentes da cozinha peruana. Na ocasião ainda li em algum uma jornal reportagem falando do modismo, anunciando novidades. Hoje esse número deve estar ainda mais alto. Talvez 80, talvez 100. Em São Paulo o fenômeno começou há cerca de cinco anos, e já não podemos contar nos dedos das mãos os endereços dedicados á cozinha da terra de Gastón Acurio, dono de várias marcas gastronômicas, entre elas o la Mar, instalado nas capitais da Argentina e do Estado de São Paulo, a mais famosa cevichería do planeta, que diz ter planos de chegar ao Rio. Mas enquanto seu mestre não vem…
O ceviche não chegou agora ao Rio, como sabemos: isso aconteceu há uns oito anos, uma década talvez, pelas mãos de alguns chefs, entre eles o boliviano Checho Gonzales, que muitos teimam em achar que é peruano, justamente por usar ingredientes andinos e por ter nos ceviches um dos seus pontos fortes. Mas as cevicherías, sim, estão fresquinhas, acabaram de chegar. Temos o Intiuhasi, mas este é um restaurante peruano, que gosto bastante, aliás, e não uma cevichería (e fiquei triste de não ter incluído no meu guia de restaurantes do Rio).
Pois no fim do ano passado o Rio ganhou as suas duas primeiras cevicherías. Uma está instalada no completo gastronômico do Jockey Club, cuja visita em um fim de semana de corridas, com a filha, estou adiando há tempos, mas prometo para muito breve breve. A outra se chama la Carioca e fica no Jardim Botânico, na Rua Maria Angélica, ao lado da pizzaria Bráz.


E ontem lá fui eu. Chegamos um pouco antes das 22h. Casa lotada, com gente em pé na calçada, botei o meu nome na lista para esperar uma mesa do lado de fora, e o mesmo fez um monte de gente, entre elas o batarista João Barone, dos Paralamas. Sorte é que a espera foi refrescada pela cerveja da casa, produzida por uma fábrica no Recreio dos Bandeirantes que eu já escutara falar. Provamos a Pilsen, leve, refrescante e frutada, e também a Weiss, de trigo, mais encorpada, séria e potente. Preferi a Pilsen, mas reconheço o valor da Weiss.

O salão é pequenino e simpático, com um caballito de totora (aquelas canoas feitas com uma espécie de palha, típicas do Peru e da Bolívia) pendurado no teto graciosamente.
Mais de uma hora depois nos sentamos numa das mesinhas altas do lado de fora. E ali pedimos três porçõeszinhas, que mataram a nossa fome noturna.

Um ceviche clássico de peixe branco (esse aí de cima), um ceviche misto “caliente”, levemente aquecido, e servido morno, e umas vieiras salteadas em alho e azeite.
Estava tudo bem bom.

O melhor para mim foi o ceviche misto (o da foto acima), que estava bem saboroso, mesclando camarões, tentáculos de polvo,vieiras e cubinhos de peixe, em um tempero agradável (eu trocaria a insignificante pimemta biqueinho por uma boa dedo-de-moça), servidos junto a uns chips de batata que davam um croc-croc agradável, que espantava qualquer monotonia em termos de sabor e textura. Já o ceviche tradicional estava bem bom, mas se tivesse um pouco menos ácido estaraia próximo da perfeição: peixe gostoso e com bom frescor, tempero legal (podia ter mais uma pimentinha, viu?) e uma gostosa batata doce aromatizada com canela.

As vieiras também estavam bem atraentes, e o molho ficava ótimo quando molhava os pedacinhos de pão.
Na hora de pedir a conta, já lá por volta de 1h da matina, também solicitamos a saideira. Mas e não é que as cervejas estavam todas quentes?
Mas que vacilo… Mas não seria uma saideira que iria comprometer a minha noite. Então, rumamos para o Baixo Gávea para uma Itaipava long neck. E tudo bem.
——————————————————————————————————
E agora, o cardápio (clique nas fotos para ampliar). Achei os preços justos.

Ceviches e causas.

Os piqueos.

E as sobremesas.

Ah, sim, em tempo: as cevejas (355 ml) da casa custam R$ 6,80.

Índice de posts de bares e restaurantes na cidade do Rio de Janeiro (e umas crônicas como essa): clique aqui.

Anúncios

8 Respostas to “La Carioca: “una cevichería chiquita y hermosa” no Jardim Botânico”

  1. Renata Ribeiro Says:

    Foi a primeira vez que comi ceviche e a impressão foi ótima. Bela dica, Bruno! Principalmente, a das vieiras. Aquele molho estava fantástico. Espero que possamos repetir a dose mais vezes. Muito bacana te reencontrar. Beijocas, Rê.

  2. Dri Says:

    Só pra constar que eu estou amando essa idéia de colocar as fotos dos cardápios. Assim acaba a curiosidade e as discussões de caro-barato por aqui!

  3. Lica Says:

    Rapaz, que vida chata esta sua!!!.Muito boa esta sua sacada de fotografar o cardápio, Já deixei de ir em vários lugares por julga-los caros e o meu orçamento andar em baixa.
    Vou me virando com o guia quatro rodas que compro todo ano, mas não é a mesma coisa,
    Vocês poderia colocar tb a carta de vinhos e bebidas em geral, né?
    Tá aí mais um para ir, seria um a menos se ontem eu tivesse seguido o seu conselho e deixado o bacalhau para trás e ido ao Entre Tapas.
    Bjs.

  4. Fabio Maia Says:

    Oi Bruno, legal a casa e tudo mais, mas ao ver a primeira foto do cardápio e encontrar miXto, com “x”, ai, chega arrepiar… onde está a assessoria de imprensa? esse provavelmente tem uma não? abraço!!!

    • Eduardo Says:

      Concordo!!! Tudo escrito errado!!! Tem camarón, salmón, ruso!!! Deviam ter alguém pra dar um toque ou, ao menos, um corretor de texto automático!!!

      • Ricardo Gómez Says:

        Pessoal, o nome dos pratos está escrito en espanhol, logo não há erros de escritas. Apenas a descrição está em portugues, podem verificar que o prato Sandia quer dizer melancia. E em espanhol melancia se escreve Sandia, Digo isso por ser peruano.

      • Lucas Says:

        Vocês só podem estar brincando!
        Isso que dá sair criticando sem pensar, ou ser um ignorante em outros idiomas.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: