Putanescas, me aguardem: um mergulho no passado, no amor pelas massas, sonhando com o futuro

A foccacia alla putanesca do restaurante La Forneria, numa esquina da Lagoa com Ipanema: viagem à Itália

É difícll alguém não gostar de massas. Crianças quase sempre adoram. Pizza, lasanha, macarronada são pratos identificados com as refeições em família, não apenas na Itália, mas em boa parte do mundo, não só nos descendentes dos imigrantes desse país, mas espalhados por toda a sociedade. É assim no Brasil, na Argentina, nos Estados Unidos, no México…
Outro dia voltei de São Paulo feliz depois de visitar sete restaurantes italianos, numa maratona deliciosa feita em dois dias: Lazzarella, Roperto, Cosí, Tre Bicchieri, Girarrosto, Tappo Trattoria e Fasano.
O “esforço” de reportagem foi publicado ontem, no Boa Viagem (aqui o link).
Comi muito bem, grazie. Entre endereços muito simples, como o Lazzarela, e outros muito chiques, como o Fasano, o ponto em comum parece ser uma boa massa.

O ravióli de mozzarela de búfala com molho alla putanesca, da cantina italiana Roperto, no Bixiga, em São Paulo

Tive tamanho prazer em provar o ravióli de mozzarela de búfala do Roperto, clássico do Bixiga, inaugurado em 1942, com um rico molho alla putanesca, com tomates, azeitonas negras, alcaparrar, alho e aliche, molho equilibrado, intenso, potente, aveludado e muito gostoso, calibrando a receita.
Desde criança eu adoro o molho alla putanesca. Lembro-me bem do dia em que fui apresentado a ele, numa taberna italiana em Teresópolis (se não me engano, chamava-se Massimo). Como dizia, crianças adoram comer massas. Restaurante italiano é sempre, literalmente, um prato cheio para a molecada. Pois, ali com uns sete anos, num desses almoços em família, lendo o cardápio com o interesse de quem começa a descobrir o mundo das palavras e o das comidas, duas delícias, encontrei o molho, disperso entre outros nomes sem o mesmo valor humorístico a uma criança: “puttanesca”.
Claro que eu ri, e precisei receber uma ajuda adulta: “mas o que é molho putanesca”, perguntei certamente com o sorriso que revela vergonha e picardia que só as crianças conseguem dar.
Não estou muito certo, e isso pouco importa, mas acho que alguém fez uma piadinha, talvez até engraçada. Mas quem prestou o real socorro de esclarecimento foi mesmo o garçom.
– O molho alla putanesca é feito com molho de tomate, alcaparras, azeitinas pretas, alho e aliche.
Não fui eu. Mas alguém à mesa pediu. Provei. E lembro de ter gostado. Um tempo depois, pedi. Ainda não era a minha vez. Tava num período muito mais bolonhesa que putanesca, vai que era a idade. Na adolescência, alcaparras, alhos, azeitonas pretas e aliches, e outros sabores intensos, me seduziram. Caí nos braços da putanesca.
Quando visitei a Itália pela primeira vez, vi o que era uma putanesca de verdade, com tomates, azeitonas, alhos, alcaparras, azeites e aliches do mediterrâneo, comendo focaccias assim em bibocas de Roma e da Ligúria. Massa alta, macia, coberta com uma delicada massa de tomate, uns pedacinhos dispersos de aliche, alcaparra e azeitonas pretas sem caroço, claro. Umas lâminas de alho, um fio de azeite. Orgasmo.
Pois outro dia fui jantar com uma amiga no restaurante La Forneria, numa esquina da Lagoa com Ipanema. Já havia estado na casa algumas vezes com o pai e mesmo sozinho. Mas ainda não tinha provado a foccacia alla putanesca. Chegou à nossa mesa ao acaso, não reparei ser pedida. Vi chegar uma travessa fumegante e perfumada. Com molho de tomates, azeitonas, alcaparras, aliches… Um azeite, por favor.
Foi o melhor da noite.
Nada acontece por acaso. Nem a Forneria, nem a maratona “Sapore di Sampa“.
Em duas semanas embarco para a Itália.
Putanescas, me aguardem.

 

Índice de posts de bares e restaurantes na cidade do Rio de Janeiro: clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: