Petrópolis, a cidade (do bacalhau) imperial

Até a Casa do Alemão e a Pavelka, dois emblemas da cozinha germânica de Petrópolis, se renderam ao bacalhau, servindo croquetes com o peixe de origem norueguesa e coração lusitano. Depois da reportagem do Eduardo Maia, que viu bacalhau vivo e com cabeça em seu local de origem, apresentamos um roteiro por endereços serranos especialistas em prepará-lo.

A Cidade Imperial tem tradição no preparo de pratos com bacalhau, a começar por um dos seus restaurantes mais clássicos, o Parrô do Valentim (tel. 24 2222-1281), inaugurado em 1978 em Itaipava. A casa às margens da estrada União e Indústria mudou de donos e passou por uma reforma recente. Mas o lugar ainda é um porto seguro para se deliciar com bolinhos de bacalhau e pratos preparados com esse peixe salgado.

Em Araras, o Oliveiras da Serra (tel. 24 2225-0520) é outra casa portuguesa, com certeza. O “pastel” de bacalhau servido ali é, hoje, o melhor da cidade. Frito na hora, chega à mesa quentinho, com massa saborosa e com boa quantidade do peixe.

Na região central de Petrópolis o bar Recreio (tel. 24 2231-1180) tem uma clientela fiel formada por moradores da cidade que não se cansam de pedir os bolinhos debacalhau, servidos em formato alongado, como um charuto.

No restaurante Leopoldina, do hotel Solar do Império (tel. 24 2103-3000), uma das receitas mais conhecidas da chef Cláudia Mascarenhas é o “bacalhau pensado na cama”, batizado assim por ter sido criado em um momento de descanso. O prato leva batatas ao murro, pimentões, alho e azeitonas. O restaurante serve ainda outras duas receitas com o peixe: uma casquinha com cream cheese e alho-poró e o bacalhau com natas da quinhas, que é gratinado com creme de leite, cebola e batata palha. Ainda mais carregado no sotaque português é o restaurante O Transmontano, no Bragança Palace Hotel (tel. 24 2244-9655), servindo, ora pois, várias receitas de bacalhau. A começar pelos bolinhos.

Índice de posts de cidades no estado do Rio de Janeiro: clique aqui.

Uma resposta to “Petrópolis, a cidade (do bacalhau) imperial”

  1. pizzaria centro Says:

    Já fui no do Hotel Solar, realmente maravilhoso. Tento fazer algumas receitas por aqui, mas não fica tão bom.
    abraços,

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: