O fim anunciado da Chaika: triste não é acabar, mas entrar em decadência

Não, não fiquei triste com o fechamento da Chaika. Não mesmo. Já esperava o desfecho.
Fiquei, sim, e não, assim, de sopetão, muito chateado foi mesmo com a decadência da lanchonete mais clássica de Ipanema.
O fim do Gordon, sim, me deixou arrasado. Mas isso foi há mais de 25 anos…
A Chaika já vinha mal faz tempo. Tinha perdido o caráter, a identidade. Não sou acompanhar a evolução do mundo, e a decadência de Ipanema. A especulação dos imóveis, a vida noturna cada vez mais modorrenta, os bares de grife e restaurantes sem caráter…
Fazia tempo que não ia até lá. Queria levar a filha para comer cheeseburguer e beber milk shake. Quem sabe um sundae. Mas não fui. Acabamos indo a lugares mais gostosos. O sabor mais gostoso da Chaika ultimamente era a saudade.
Era muita gordura hidrogenada e pouco sabor.
Com todo respeito aos órfaos e às viúvas, o Chaika foi ficando medíocre. Ruim mesmo.
Hoje, a Chaika é só um retrato na parede. E como dói.

 

Índice de posts de bares e restaurantes na cidade do Rio de Janeiro:clique aqui.

Anúncios

5 Respostas to “O fim anunciado da Chaika: triste não é acabar, mas entrar em decadência”

  1. Ricardo Gaffrée Says:

    Saudosas lembranças ….

  2. Yann Says:

    Bruno,
    O Gordon é ainda hoje uma referência para quem conheceu e frequentava, essa sim foi uma perda inestimável. A Chaika infelizmente já foi tarde, não soube se colocar no tempo e espaço. É uma pena, pois em Sampa por exemplo, vemos lanchonetes atravessarem gerações e continuarem lotadas. Não sei o que acontece no Rio que faz as empresas acreditarem que podem ir perdendo qualidade em serviço, atendimento, produtos e etc e que ainda assim os clientes continuarão a gastar seu suado dinheirinho com elas. Os niveis de obsolecência são inacreditáveis, devem achar que é cool ser um Bar Lagoa da vida e ir tocando sem se preocupar com o que está acontecendo com seus clientes, receita para o desastre…..

  3. helder do amaral oliveira Says:

    sinto saudades do Chaika que era a pizzaria que eu comia depois de sair da faculdade Cândido Mendes em Ipanema. Mesmo depois de formado, quando eu ía a Ipanema, dava uma passadinha no Chaika para comer a pizza de lá que era a melhor do Rio. A pareo dela era a Pizza Hut e a Domino’s

  4. Neto Says:

    eu choro toda vez que mim lembro, muita saudade.fim trite era o
    melhor restaurante do rio

  5. Ana Says:

    Está difícil comer no Rio,
    No mundo” Vamos ao supermercado e é a ilusão de um camembert – e ollha que é importado da França, o Président que nenhum francês reconhece como um verdadeiro camembert – e vamos para o hortifruti e tome de frutas sem sememntes e sem sabor…
    E o tal do salmão que antes tínhamos que ir a um deteminado lugar para pagar um preço altíssimo – mas o milagre da multiplicação dos geneticamente modificados tornou o peixe disponível, e ruim, em qualquer prateleira.
    Eu não gostava tnto assim do Gordon e, para dizer a verdade nem tanto da Chaika mas agora?
    Eu não tinha a noção de que se comia tão bem.
    Vai um bolinho de bacalhau geneticamente modificado?
    E a qualidade das pizzas?
    Eu nem gosto mais de pizza.
    O jeito é tentar o mais possível a comida da vovò e pagar muito caro nos poucos lugares que conseguem bons produtos para seus pratos.
    Mundinho triste, e, não é saudosismo: é mera constatação dos desatinos da ganância que inverteu todos os valores.
    Eu até gostaria de um queijo prato daqueles de supermercado mesmo.
    Nas prateleiras encontramos uma infinidade de queijos sintéticos.
    Terrível.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: