O almoço dominical alla italiana do Stuzzi: para ir em família, e com tempo


A chef Paula Prandini, do Stuzzi, consegue equilibrar como poucos (ou seriam poucas?) a tradição com a inovação. Quando abriu o Stuzzi, na Rua Dias Ferreira, criou uma casa aconchegante, que consegue ter um clima informal de bar, mas com cardápio de gente grande, com técnica, bons ingredientes, cuidado na execução das receitas e um sopro de criatividade. Adotou a filosofia das pequenas porções, estimulando os clientes a pedir quatro, cinco, seis pratos, para serem compartidos, no caso de um casal, ou muito mais que isso, em mesas maiores: a primeira vez que visitei o restaurante estava em um grupo de quatro, e pedimos cerca de dez porções, além do indispensável couvert, com pães feito ali, cuidadosamente, o que já revela, de cara, parte da qualidade e da atenção do lugar.


Um lugar atento aos movimentos, que apostou na combinação de um ótimo bar, com drinques clássicos e criações próprias do barman bem preparados, com uma carta de vinhos enxuta, mas bem adequada à cozinha do lugar, escolhendo alguns rótulos italianos de bom preço.

Recentemente, mexeu no cardápio, lançando novos pratos, e convidou a querida sommelière Elaine de Oliveira a comendar as noites de terça-feira, criando em conjunto menus dedicados às regiões italianos, com pratos e vinhos (bem) harmonizados. Ainda não pude ir, porque terça é a noite do meu fechamento… Mas as férias estão aí, e agora vou conseguir ver como é, enfim.
Outra novidade recente é o almoço de domingo. Se à noite a casa tem um perfil mais jovial, com clima de bar, romântico pata casais, e agradável para grupos de amigos, nas tardes de domingo é um programa para ser feito em família, que carrega a simplicidade e o carinho que é característico das refeições neste dia da semana. É bom ir com calma, e ficar se servindo aos poucos.
Um pequeno bufê é montado nos fundos do pequeno salão, servido das 13h às 17h, e custa R$ 44 por pessoa. São cerca de dez itens apenas, servidos em pequenas porções, e a chef não sai dali, repondo a todo instante, especial os pratos quentes, mais sensíveis á ação do calor de um réchaud.
É de tal maneira familiar, que quando me convidaram para ir conhecer eu logo pensei em chamar a mãe para me acompanhar. Ah, sim: o nome é Bufê da Mamma.
E lá fomos nós, no meio da tarde, para um almoço que foi para lá de agradável, e que eu realmente recomendo, especialmente para se ir com a família.
Um dos segredos é a pequena quantidade de porções, o que favorece o controle e o cuidado. Além dos pães da casa, que são realmente muito bons, e apropriados para se começar os trabalhos, ao sabor de focaccia, que embebemos em azeite, ciabatta e tais.
O menu dos domingos varia sempre, mas tem sempre uns queijos e embutidos, umas saladinhas e conservas, duas massas, três carnes e mais uns dois ou três acompanhamentos.
E vamos montando os nossos pratinhos. Eu fiz umas seis visitas ao bufê. Mas, calma: fiz pequenos pratinhos a cada vez, apreciando com calma enquanto botava o papo em dia com a mãe.
Além dos pãezinhos, começamos ao sabor de uns drinques. Primeiro, versões refrescantes, de frutas, criadas na casa.
Depois, pedi um dry martini, são apenas por gosto, mas para checar as habilidades do bar. Tudo correto. O garçom perguntou a minha marca de gim preferida, e como aprecio a receita. Fizeram perfeitamente da maneira clássica, mexida, com pouca quantidade de vermute.
Minha mãe ficou com o drinque do dia…
… uma combinação de Jose Cuervo Silver, licor 43, suco de abacaxi, sour mix e perfume de canela.
Vamos em frente. Então, era hora de pedir um vinho. O tinto da casa, um Montepulciano d’Abruzzo muito correto.
Na primeira investida ao bufê explorei os frios, montando um pratinho com uma caprese em forma de rocambole, e uma ótima canoa de endívia, que transportava nacos miúdos de gorgonzola e um vinagrete de nozes, tudo em comunhão, tudo em equilíbrio. Em sua simplicidade, é um prato complexo, que combina bem várias texturas e sabores: o crocante da folha, a cremosidade do queijo, e untuosidade da noz, a suculência que encontramos na acidez; o amargo da endívia, o salgado do gorgonzola, a alegria do vinagrete.
Depois, fomos subindo na escala.
Uma bruschettas com tomate bem maduro, que reguei com ainda mais azeite na mesa.
Em seguida, ataquei essas abobrinhas fritas, que estavam deliciosas. Ali atrás mal dá para ver, mas havia um delicado cuscuz. Sim, cuscuz é prato italiano também, da Sicília.
Então, me servi das massas do dia: um ravióli de mozzarella com molho de tomate e um rondelli de queijo com presunto. Comida de nonna. Massas caseiras, tempero carinhoso.
Depois, fui às carnes: galetinho assado, suculento, lombo de porco no molho de laranja, e escalopes com molho escuro e um toque de gorgonzola. Para acompanhar, um purê de baroa (aquele que a chef está misturando na foto lá de cima).
Encerramos com um sorvete de mel com um biscoitinho de cereais, com toque de limão siciliano.
Eu adorei. E pergunta pra minha mãe se ela também não adorou o programa?
Índice de posts de bares e restaurantes na cidade do Rio de Janeiro:clique aqui.
Anúncios

3 Respostas to “O almoço dominical alla italiana do Stuzzi: para ir em família, e com tempo”

  1. Júlio Castro Says:

    Perdão Bruno, já estive no Stuzzi com minha esposa e achei td parecido como comida e ambiente de classe executiva de avião .Uma coisa sem vida .Desculpe, não gostei,não recomendo e não volto.Mas sei que tem gente que gosta .Tipo totalmente embrulha e manda.Sabe aquela coisa já que estou aqui vamos até o fim.Sei lá ,não importo de gastar mas quero gastar bem.
    Abs.

    • brunoagostini Says:

      Julio, não tenho nada que te desculpar. Mas penso exatamente o oposto. Gostei de tudo o que comi ali, umas coisas mais, outras menos, nas quatro vezes em que estive lá. E esse almoço de domingo achei bem acessível no quesito preço. Um abraço

  2. luciana almeida Says:

    Bruno,sou uma das sócias do Stuzzi,e gostaria de agradecer a materia,que com sensibilidade e paladar apurado transmitiu aos seu leitores exatamenta a que o Suzzi se propoê.
    Parabens pelo seu blog,informativo,sempre com narrativas claras e objetivas.
    Nos vemos lá!
    Um abraço Lucina Almeida.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: