Quadrifoglio: Kiko Faria e suas infinitas (e deliciosas) novidades

Vivo sendo chamado por assessorias de imprensa para vistar restaurantes. Vou a alguns. Para outros, não encontro tempo, e existem os que são muito distantes, e exigem logística complicada, e ainda aqueles nos quais não deposito a menor fé, confiando em informações de amigos, e prefiro nem tentar.
Mas existe uma categoria de convites que classifico sempre como imperdíveis. São aqueles que chegam diretamente do chef. Considero uma honra receber uma mensagem de gente como Rolland Villard, Pedro de Artagão e Kiko Faria, por exemplo, me chamando para conhecer novos pratos que estão entrando no menu. Ou apenas conversar. É absolutamente irrecusável servir meio que como cobaia, sendo o primeiro a provar certos pratos, como às vezes acontece. Fico realmente muito feliz e honrado.
Na semana que passou, foi a vez do Kiko Faria, do Quadrifoglio, me escrever. “E aí, fera, tô com umas novidades aqui, queria que você provasse”.
“Tô com umas novidades aqui” era frase dispensável, porque todos os dias acontece algo novo por lá, basta acompanhar o chef pelo Facebook, postando fotos dos pratos, e sempre com receitas diferentes, muita coisa fora do cardápio. Fico babando.
“Queria que você provasse”, vindo de quem vem, era a senha para abrir o apetite. O Kiko é um dos chefs que mais admiro atualmente, com seu jeitinho mineiro, que se traduz no estilo de cozinha, e um repertório de receitas italianas executadas com perfeição, em pratos que revelam cuidado e carinho, na escolha dos ingredientes, no preparo e na apresentação, e boa dose de criatividade. Realmente eu sou fã. A cada vez que vou até o restaurante do Jardim Botânico saio com a impressão de que a cozinha está melhor. No almoço de ontem, não foi diferente.

Quadrifoglio - Couvert
Na cesta de pães do couvert, velho conhecido, preparado pelo chef patissier Lomanto Oliveira, me esbaldo com os grissini, crocantes, e com as ciabattas. Azeite, manteiga, berinjela…

Quadrifoglio - Champanhe Michel Loriot
Para ficar melhor, só mesmo uma tacinha de champanhe. Tim tim.
Moderei neste momento, porque geralmente a sequência de pratos é loga. Como fazem alguns clientes assíduos do restaurante, o melhor do Quadrifoglio é pedir um menu degustação, e se deixar levar pelas criações do Kiko. Conheço muita gente que faz isso, pessoas que batem ponto ali semanalmente, quando não todos os dias.

Quadrifoglio - bolinhos

Uma espécie de amuse bouche foi o pratinho com dois bolinhos de gruyère, crocante, saborosos, com recheio derretendo… E uma saladinha ao lado, cortada na foto, pra dar uma quebrada. Na taça, o o delicioso branco italiano Vitiano, da Falesco, vinícola que simplesmente eu adoro, e que pude visitar no final do ano, na última viagem à Itália (para ler um texto sobre a vinícola, clique aqui). Ô, sorte.

Quadrifoglio - carpaccio de palmito 2

Confesso que comi, com a alma a dar gargalhadas, o carpaccio cítrico de palmito, coberto com anéis de lula em ponto perfeito de cozimento, temperado com o frescor de pedacinhos de tomate, folhinhas de manjericão, azeitonas pretas e umas torradinhas, para aquele croc croc que é fundamental.

Quadrifoglio - carpaccio de palmito - detalhe

Um close, porque merece. Não preciso falar mais nada, a imagem diz tudo, e eu sinto até o perfume.

Quadrifoglio - massa com camarões com vinho

Em seguida, uma massinha com camarões, daqueles que chegam transparentes, no ponto de cozimento preciso, pouco além de cru, imerso numa espécie de bisque. Ah, mas como estava bom.

Quadrifoglio - massa com camarões detalhe

Desculpem a repetição do expediente, mas acho que merece um close daqueles que revelam mais do que eu poderia dizer.  Repare no tom do camarão. Quando vi o prato chegando, falei: “Só de ver o ponto do camarão eu sei que está bom”. Estava ótimo.

Quadrifoglio - Montiano 2008

Nesta altura, percebendo meu entusiasmo pelo vinho anterior, o sommelier sugeriu abrir o Montiano 2008, também da Falesco. Respondi com a alegria de quem encontro um velho e querido conhecido.  Belíssima escolha, um vinho fresco e delicado, com aromas de eucalipto, e boa fruta, elegante. Uma beleza.

Quadrifoglio - risoto

Escoltou com brilhantismo o risoto magistral, al dente como manda a regra, cremoso como desejamos, feito com tallegio, ervinhas, linguiça  de pernil, shiitake e vinho. Até o presente momento, não sei qual estava melhor, se o risoto ou o carpaccio de palmito.

Quadrifoglio - cordeiro

Quando chegou a costelinha de porco assada, eu declarei tríplice empate. Acredito que basta olhar para perceber o quanto estava bom isso. Macio, suculento, com sabor maravilhoso, e um molho rico, besuntando tudo. Coisa de doido. Bravo! eu gritaria com entusiasmo de quem vê a Filarmônica de Berlim em ação!

Quadrifoglio - sorvetes

Vamos em frente. Para limpar as papilas, sorvete de queijo com goiabada, e outra bolinha, de limão (acho que era isso).

Alambre Moscatel de Setúbal 20 anos

Para encerrar com chave de outro, uma taça do delicioso, rico, imenso e profundo Alambre Moscatel de Setúbal 20 anos, de José Maria da Fonseca. Mas que vinhaço, meu Deus.

Alambre Moscatel de Setúbal 20 anos - detalhe

Saca só a cor, que lindeza.

Quadrifoglio - Spumone de banana e avelã

Melhor que o vinho puro era ele se alternando com o spumone de banana e avelã, leve e aerado.


Quadrifoglio - café

Um café. Com biscoitinhos, per favore.

Índice de posts de bares e restaurantes na cidade do Rio de Janeiro: clique aqui.

Anúncios

Uma resposta to “Quadrifoglio: Kiko Faria e suas infinitas (e deliciosas) novidades”

  1. Luciana Neiva Says:

    O Quadrifoglio sempre deixa boas lembranças…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: