Camisa 10: os camarões à Zico do Antiquarius (a deliciosa homenagem ao craque rubro-negro)

Antiquarius - camarões à Zico

Pegue alguns camarões de bom tamanho. Descasque-os. Numa travessa de barro, acomode os crustáceos, regando com bastante azeite. Para temperar, um pouquinho de sal, lâminas de alho e tirinhas, muitas delas, de pimentões vermelhos.

Basta levar a tijelinha ao forno, bem quente, e deixar or alguns minutos, até que o azeite esteja borbulhando, fervente.

Sirva imediatamente, ao lado de pedacinhos de pão, ou torradinhas.

A receita tem a simplicidade de uma jogada de craque, um toque de letra culinário, um golaço.

O nome presta reverência ao seu mentor, frequentador da casa: o camarão à Zico é um dos pratos mais clássicos do receituário carioca. Em primeiro lugar, devido ao homenageado, Rei da Nação Rubro-Negro, Papa do Maracanã, Deus do futebol. Em segundo lugar, pelo endereço, a casinha branca da Aristides Espínola, no Leblon.

Hoje, o Galinho de Quintino completa 60 anos. Além das glórias futebolísticas, Zico ainda nos brindou com esta receita, um daqueles pratos que não podem sair do cardápio do Antiquarius, sempre uma bela pedida.

Basta chegar para o garçom, e dizer.

– Solta um Camisa 10, por favor.

Logo chegará a travessa fumegante, deliciosamente quente, trazendo os camarões à Zico, titular absoluto na minha seleção de quitutes preferidos.

Parabéns, Galo.

Índice de posts de bares e restaurantes na cidade do Rio de Janeiro: clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: