Língua brasileira, língua alemã, língua japonesa

Veja bem. Não estou comparando humanos com bovinos. Mas me intriga o fato de que quase todo mundo gosta de beijar na boca, e quase ninguém gosta de comer língua.
Acho que esta é uma das iguarias mais espetaculares que existem. Língua ao molho madeira com purê de ervilhas, receita integrante do receituário clássico dos restaurantes tradicionais do Rio, é puro conforto e satisfação. No Alvaro’s eles preparam uma versão com com toque de maçã e arroz à piemontese, algo sublime. Nesta mesma casa do Leblon, já provei um delicioso filé à zíngara, bem-sucedida combinação de mignon com língua bovina e presunto.
Nas casas de linhagem alemã, como o Bar Luiz, é comum encontrarmos a língua defumada, preparada à milanesa, servida com salada de batatas, para ser comida com mostarda escura ao lado de um bom chope. Espetáculo.
Não entendo, como dizia, como as pessoas não gostam de comer língua. É quase tão bom quanto beijo na boca, e em alguns casos, dependendo do beijo e dependendo da língua, a comida é muito melhor. Não entendo, muito menos, como as pessoas podem ter nojo (aliás, ter nojo de comida é algo deprimentem deplorável. Não gostar, mesmo sem ter comido, ok, cada um faz o que quer. Mas ter nojo é algo que me deixa um tanto triste, um tanto estupefato, perplexo, e até de certo modo decepcionado com a humanindade…).
Mas, vá lá, ok.

Azumi - língua
Tento estimular os amigos que não comem língua, e até a filha, que declara não comer a iguaria nem morta, a provar. Insisto, então, dizendo que deveriam visitar um bom restaurante japonês, para provar a versão nipônica deste ingrediente tão fantástico. Indico o Azumi, da foto aí de cima…

Ten Kai - língua

…e o Ten Kai, que servem línguas em versão japonesa exemplares, simplesmente sensacionais. Estão entre os meus pratos preferidos nesses dois restaurantes que adoro. Recomendo firmemente. Para os que gostam de língua. E até para os que têm nojo dela. Além da língua cortada fininha, e grelhada à perfeição, existe o molho rico, à base de shoto, e bem temperado, com gengibre (acho) e gergelim (com certeza).
Vai por mim. A língua à moda japonesa do Azumi e do Ten Kai dão um prazer semelhante a um bom beijo … de língua, daqueles bem gostosos.

Índice de posts de bares e restaurantes na cidade do Rio de Janeiro:clique aqui.

Anúncios

5 Respostas to “Língua brasileira, língua alemã, língua japonesa”

  1. Ricardo Gaffrée Says:

    Ótimo post Bruno. Sou fã da língua defumada num feijão bem feito. Abraço.

  2. Dri Says:

    A foto da lingua no Azumi tá um espetáculo. Quem nao sabe come achando que é escalope… Mas to aqui salivando no filé a zingara… Não só pela lingua, mas porque é só colocar “arroz a piemontese” na frase que eu já gosto… #vaigordinha!

  3. rozane Says:

    Oi minha mãe é fã de língua, por isso, desde pequena experimento essa iguaria onde ela come. A última vez foi no executivo do Bacalhau do Rei na Gávea. Amanhã é dia quinta-feira, ela vem com molho madeira e purê. Além de gostosa tem ótimo preço R$ 13.90 bj

  4. Paulo José Says:

    Eu gosto muito! Li recentemente que vai voltar ao cardápio do Nova Capela.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: