O Menu da Conde, e a força das mídias sociais no poder de sedução de lugares, comidas e vinhos

O Irajá Burguer: "É todo artesanal. Carne moída na casa, capa de entrecote black angus, queijo minas padrão, que tem o melhor coeficiente de derretimento, compota de bacon artesanal, cebola confit e pão caseiro! Servida com aquelas fritas caseiras e maionese de manteiga dourada", explica o próprio chef, Pedro de Artagão.

O Irajá Burguer: “É todo artesanal. Carne moída na casa, capa de entrecote black angus, queijo minas padrão, que tem o melhor coeficiente de derretimento, compota de bacon artesanal, cebola confit e pão caseiro! Servida com aquelas fritas caseiras e maionese de manteiga dourada”, explica o próprio chef, Pedro de Artagão.

Hoje eu pauto boa parte das minhas refeições através das mídias sociais. Lendo posts, vendos fotos em ambientes como Facebook e Instagram, me inspiro para visitar restaurantes. E sei também que as fotos que eu posto nesses mesmos lugares fazem muita gente salivar. Tenho muitos, mas muitos amigos, e várias pessoas que conheço apenas no mundo virtual, que me dizem, ou escrevem, que vão me bloquear, coisa e tal, porque não aguentam ver tantas gostosuras. A maioria fala brincando, mas muitos eu percebo, ou imagino, que estão sérios e convictos.
Claro que essas fotos, e os links para os posts deste blog, e também da Enoteca, e de matérias que faço para o jornal, são apenas parte da estratégia de divulgação, e isso faz toda a diferença na quantidade de visualização das páginas. Em resumo, é puro marketing.
Isso não é novidade pra ninguém. Há uma década praticamente, desde o início da popularização das redes sociais, com o Orkut, essas mídias funcionam como canal de divulgação para muitas e muitas empresas. Na minha praia, viagem, comida e vinho, que mexem com as emoções das pessoas, o efeito é fantástico, e posso falar por mim mesmo. Quantos lugares fiquei com vontade de visitar, e visitei, quantos pratos sonhei provar, e provei, quantos vinhos cobicei, e bebi, através do Facebook e do Instragram. Quantos e quantos.
Então, é natural que muitos e muitos restaurantes apostem em mídias sociais para divulgar seus cardápios, as novidades, pratos novos, edições especiais, eventos, cartas de vinhos etc etc etc.
Nas últimas semanas tenho sido vítima de rompantes, vontades avassaladoras de visitar certos restaurantes, só por causa de posts do gênero na internet. Foi assim que, ainda na Itália, decidi que visitaria o Pipo logo que voltasse de viagem; e que corri para a Roberta Sudbrack numa quarta-feira de duas semanas atrás só para provar o inenarrável SudKobeBurguer (que eu chamaria na intimidade de SKB).
Ontem aconteceu o mesmo. Na segunda, vi um post da página do Entretapas no Facebook anunciando um pequeno festivais, reunindo os três deliciosos restaurantes, queridos, da rua Conde de Irajá, em Borafogo, bairro onde tenho mais gostado de comer ultimamente. A casa espanhola, o Irajá e o Oui Oui se uniram para lançar o “Menu da Conde”, por R$ 69, de segunda a quarta, cardápios fechados que ficam em cartz por três semanas, portanto até o dia 14 de agosto (espero que a coisa continue eternamente, sempre acho simpático menus assim, diferentes do cardápio fixo, com preço mais camarada).
No Entretapas o “Menu da Conde” está convidativo: crema de champiñon con crocante de jamón e carpaccio de pulpo con emulsión a la gallega, para a entrada; rabo de toro al Jerez con duo de pure ou (veja bem, OU) escabeche de pescado; e arroz con leche asturiano, para encerrar. Preciso provar.
No Irajá, a entrada é a versão Pedro de Artagão do caldo verde; e para o prato principal, Lula recheada com arroz bolinha e abobrinha caipira ao curcuma, servida com consomem de tomate defumado; e pudim invertido, para sobremesa.
No Oui Oui, a fórmula é composta de várias entradinhas: ovinhos empanados e creme de cogumelos frescos; aspargos e mousseline de ervilha trufada; salmão gravlax e e picles de beterraba; puff de tomate assado com queijo de cabra e tapenade e azeite de manjericão. Para o prato principal, é preciso escolher entre as lulinhas picantes com creme de milho doce e tomates verdes fritos; e a tagliata de mignon ao molho de cerveja Pilsen com gengibre, maçã verde e juliana de legumes. Para a sobremesa, pudim gelado de baunilha com calda de chocolate e biscuit de aveia.
Nos três casos, cardápios bem bolados, tentadores, a um preço bacana. Quero provar todos.
Assim, ontem aproveitei que conseguimos fechar o Boa Viagem cedo, para ir até a Conde de Irajá. Aproveitei que estava muito na dúvida sobre onde ir, e fiquei feliz ao receber a sugestão de amigos que me fariam companhia no jantar.
– Vamos ao Irajá.
Pronto, era o que precisava para me decidir.
Chegando lá, percebi a força das mídias sociais, que foi, aliás, o que me levou até lá, e o que motivou este post de hoje também.
– Cara, infelizmente já vendi todas as porções que preparei. Só anunciamos via Facebook, e os garçons foram orientados a não apresentar o menu, só para medirmos a força das mídias sociais. Um sucesso – disse o chef.
Pensa quer fiquei triste? Que nada. Se adaptar às condições do ambiente é fundamental para a felicidade. Assim, sem muito esforço, escolhi o Irajá Burguer, que ilustra o alto deste post, que estava doido para provar (ando fazendo uma séria investigação a respeito deste clássico sanduíche que eu, e toda a torcida do Flamengo, adoramos).
-É todo artesanal. Carne moída na casa, capa de entrecote black angus, queijo minas padrão, que tem o melhor coeficiente de derretimento, compota de bacon artesanal, cebola confit e pão caseiro! Servida com aquelas fritas caseiras e maionese de manteiga dourada – explica o próprio chef, Pedro de Artagão.

Irajá Burguer
Parabéns, bom demais!!!! Posto outra foto, porque o prato merece, e esta revela melhor detalhes da receita, imperdível.

Lazuli Cabernet Sauvignon 2004

Aliás, bebemos um lindo vinho, o lindo chileno Lazuli Cabernet Sauvignon 2004 (que um amigo levou), mas isso é assunto lá para a Enoteca.
Agora tô cheio de motivos para voltar à rua Conde de Irajá, além de todos aqueles que já tinha antes. O problema é a agenda lotada, e uma viagem na semana que vem.
Ok, conseguir se adaptar às condições do ambiente é fundamental para a felicidade.
Fico aqui, então, torcendo para o Menu da Conde ter vida longa.
No mais, o post de hoje adiou para amanhã o início da série de matérias sobre a deliciosamente deliciosa semana de férias com a filha, passando por vários restaurantes da cidade.
Ah, sim: e não se esqueça de curtir as minhas postagens no Facebook, no Instagram e no Twitter, tá? É importante pra caramba. E agradeço a leitura.
Até.
Um abraço!

Índice de posts de bares e restaurantes na cidade do Rio de Janeiro:clique aqui.

Anúncios

5 Respostas to “O Menu da Conde, e a força das mídias sociais no poder de sedução de lugares, comidas e vinhos”

  1. julieta Says:

    Nossa, q honra ter um vinhasso apreciado com o Irajá Burger, mais simples e mais impressionante impossível,.tal o Lazuli… Precisa mesmo vir mais vezes Bruno! Obrigada pela força marketeira!!

  2. Livia Bravin Says:

    Também sofro ameaças de exclusão no Facebook e vou aos lugares influenciada pelo que vejo nas redes. Essa postagem só estaria melhor se viesse imediatamente acompanhada pelo hambúrguer, ou qualquer dos pratos citados! rs

  3. Maysa Alexandrino Says:

    Gentemmm, estou doida para provar esse Irajá Burguer… Tb adoro hambúrguer e, sempre que posso, estou provando as novidades por aí. Também fui recentemente provar o SudKobeBurguer que postei no instagram carinhosamente com uma bela exclamação: PQP! Roberta riu horrores… Me divirto! Hehe… Delícia!!!!
    Estou super curiosa para provar o do Irajá e aguardando ansiosa a abertura do TT Burguer…
    Recentemente, provei o hambúrguer do Meats, em São Paulo. Bem bom também.
    Bjos

  4. Rosana Zouain Says:

    Eu não tive sorte no Entretapas, achei a comida sem graça nas duas vezes que fui. Espero que você tenha tido maior sorte!

  5. formula da seducao Says:

    Sua vida social irá decolar, sua vida amorosa será eletrizante e seus amigos vão ficar com uma enorme INVEJA de você pensado qual
    é seu segredo!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: