Chef italiano Luca Orini chega ao Rio na semana que vem para assumir a cozinha do Cipriani, no Copacabana Palace

Uma vertical do franco-chileno Almaviva, no Copacabana Palace

Uma vertical do franco-chileno Almaviva, no Copacabana Palace

Um post-relâmpago, só para compartilhar uma informação colhida ontem, nos salões do Copa. Chega ao Rio na semana que vem o chef italiano Luca Orini. O lombardo, que trabalhava no Grand Hotel Timeo, em Taormina, para assumir a cozinha do Cipriani.
O hotel, muito chique, também pertence ao grupo Orient-Express, dono do Copacabana Palace. E é integrante da associação The Leading Hotels of the World, o que já é um baita indicador. O restaurante, muito bem cotado, tem um festivais de pescados e receitas com vegetais, seguindo a tradição culinária siciliana.
Parece que vem coisa boa aí.
E o Almaviva? É realmente um vinhaço, e eu prefiro as safras mais antigas. Das dez safras diferentes provadas ontem, a primeira, de 1996, e portanto a mais velha, foi a preferida. Depois, o pódio seguiu a antiguidade. Segundo lugar para 1998 e terceiro para 1999. Um belo vinho meio que franco-chileno e que envelhece muito bem, obrigado.

Índice de posts de bares e restaurantes na cidade do Rio de Janeiro: clique aqui.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: