Suco de cevada: ele existe, e parece melado de cana

Você já bebeu suco de cevada? Mas, não, não falo de cerveja, ou alguma bebida outra bebida alcoólica. Na verdade, o nome oficial é suco de malte. Mas, se o malte é de cevada, por consequência… É suco de cevada. Não conhecia o produto, que faz muito sucesso em países africanos (e onde há colônias expressivas de imigrantes do continente), principalmente, e também no Caribe, na Colômbia e na Venezuela , onde é usado como energético. Fui apresentado a ele ontem, numa visita à fábrica da cerveja Faxe, na cidade de mesmo nome, a cerca de uma hora de Copenhague.

Faxe 3
Um dos rótulos tem DNA bem brasileiro: é o Vita Malt Plus, feito com açaí, guaraná e aloe vera. Em tempo: açaí eles chamam de acai, sem o cedilha e o acento.

Faxe 5

Além desse, provei outro, o Supermalt Original, a versão clássica, o que valeu mesmo pela curiosidade: não é um produto para o meu bico. Muito doce e viscoso, lembra melado. Eu não bebo melado, mas acho que na cozinha é algo que pode ser usado com sucesso. Mas não imagino que algum dia seja algo que vá chegar ao Brasil.

Faxe 2
O que vai chegar ao Brasil, em março, é um lançamento mundial da marca, uma Witbier que segue o estilo clássico, com coentro e casca de laranja, de olho no gosto do brasileiro por este estilo, que aliás tem tudo a ver com o nosso clima, e que tão bem combina com mariscos, de uma maneira geral, e com receitas asiáticas picantes da cozinha asiática feitas com pescados.
– O Brasil é visto por nós como um mercado-chave. E depois de avaliar a resposta lá, o produto pode ir para outros lugares. Mas o lançamento é exclusividade do Brasil. Identificamos essa necessidade no país -conta Jan Ankersen, responsável pela área de exportação da Unibrew, dona da Faxe.
A cerveja será vendida na tradicional lata de um litro, marca registrada da Faxe, que capricha no desenho.
– A marca voltou ao país a partir de 2010 quando eles viram que uma garrafa vazia era vendida no Mercado Livre por R$ 30, já que sempre são feitas edições especiais, artísticas, e que viram objeto de coleção – completa Paulo André Pomerantzeff, gerente da marca Faxe no Brasil.
Porque quando o assunto é cerveja, a beleza também é fundamental. Quem nunca comprou uma cerveja (ou vinho) só porque simpatizou com a embalagem?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: