Guia 450 Sabores do Rio 23 – Entretapas: o bar de tapas fiel à sua proposta, que serve os indecentes huevos rotos, com fritas e linguiça

Uma travessa de barro chega à mesa forrada com batata frita mesclada a linguiça esfarelada e tostadinha (também há pedaços do embutido), com dois ovos, reluzindo feito ouro, salpicados de salsinha; e conforme a gema (mole, claro) vai se incorporando ao resto, a coisa fica ainda melhor

Uma travessa de barro chega à mesa forrada com batata frita mesclada a linguiça esfarelada e tostadinha (também há pedaços do embutido), com dois ovos, reluzindo feito ouro, salpicados de salsinha; e conforme a gema (mole, claro) vai se incorporando ao resto, a coisa fica ainda melhor

Se existe um prato no Rio de Janeiro que pode ser classificado de indecente, deliciosamente indecente, são os huevos rotos, do Entretapas. Veja se não. A receitas é simples, e executada com brilhantismo. Uma travessa de barro chega à mesa forrada com batata frita mesclada a linguiça esfarelada e tostadinha (também há pedaços do embutido), com dois ovos, reluzindo feito outro, salpicados de salsinha. Conforme a gema (mole, claro) vai se incorporando ao resto, a coisa fica ainda melhor. Devorar o prato é um ato quase erótico. No menu, uma parte é dedicada aos ovos, caso único na cidade. Além dos rotos, temos o revuelto de champignons e camarões, e outras versão, com a piparrada (típico do País Basco, um refogado com tomate, cebola, pimentão e páprica). Fiel à proposta de ser um bar de tapas, a casa tem uma seleção de petiscos de primeira linha, a começar pelas croquetas (a de jamón é pura alegria), com recheio cremoso e casquinha crocante. As chistorras são linguicinhas levemente picantes, servidas sobre uma fina fatia de pão. A tortilla é executada com perfeição, assim como outros clássicos ibéricos, como o gazpacho, receita das mais difíceis. As favas com jamón seguem a mesma linha, tipo puro conforto, caso também dos montaditos, que são fatias de pão com uma cobertura (a que leva ovo de codorna na chapa com chorizo espanhol salteado em vinho branco é a melhor pedida). Há receitas com mais subastancia, tipo as carrilleras al vino tinto, que são bochechas de vitelo cozidas ao vinho tinto servidas com purê de grão de bico; e a costilla lacada con damasco, uma costela suína desossada, cozida e desfiada, depois grelhada e laqueda, acompanhada de purê de damasco. Nos fins de semana, as melhores paellas do Rio brilham. A valenciana leva frango e coelho, legumes e açafrão; já a paella de mariscos tem lula, mexilhão, polvo e camarão, também com açafrão. O arroz negro é feito com lulas (e sua tinta) e camarões, com alioli; enquanto o arroz de cotillejas foge do trivial, uma receita típica do sudeste da Espanha, feita com costelinha e outros cortes suínos, com pimentão vermelho e tomilho. Fechamos com churros, acompanhados de calda de chocolate e doce de leite ou com crema catalana, a versão espanhola do creme brulée. Abriu uma filial em Ipanema, maior, com carta de drinques e de vinhos ainda mais caprichada (lá o cardápio é um pouco maior, e as paellas são servidas diariamente).

ENTRETAPAS – Rua Conde de Iraja 115, Humaitá. Tel. 2537-0673. Sáb., das 13h à 1h; dom., das 13h à meia-noite; de seg. a qui, das 19h à meia-noite; sex. (e véspera de feriado), das 19h à 1h. http://www.entretapas.com.br/ Aceita cartões.

Tags: , , , , , , , ,

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: