Casa das Natas: pasteis de nata divinos (incluindo versão de bacalhau), com entrega em casa

As mídias sociais são uma tentação. Pelo menos nesse nosso ambiente guloso. Minha time line vive coalhada de fotos apetitosas de pessoas que eu sigo. Assim, vou me informando sobre bares, restaurantes, vinhos, cervejas, viagens e outras delícias. Há cerca de um ano o Alexandre Henriques, da Gruta de Santo Antônio, em Niterói, um dos restaurantes mais incríveis da Guanabara, postou duas fotos que me fizeram salivar copiosamente. Um bolinho de bacalhau recheado com queijo da Serra da Estrela (meu Deus do Céu!!!) quase me fez tomar a primeira barca na Praça XV pra ir até o restaurante do simpático bairro arariboia de Portugal Pequeno. Mesmo efeito teve a foto de um pastel de nata de bacalhau, coroado por um pedacinho de azeitona verde. Quase comi o celular. Por pouco não saí nadando de Ipanema rumo ao Cais de Icaraí. Contive o ímpeto faminto, e a preguiça acabou falando mais alto.

Pois essa semana eu caminhava pela Reta, em Teresópolis, procurando um lugar para comprar uma água com gás. Passo por um posto de gasolina, entre o McDonald’s e o Green Fruit, e vejo uma lojinha com tons de rosa no letreiro, destoando do ambiente escuro e sujo. Estava escrito: Casa das Natas. Vi foto de pastéis de nata. Fui conferir.

Pastel de nata, na sua versão tradicional

Pastel de nata, na sua versão tradicional

Naquela pequena portinha encontrei um tesouro. Uma estufa repleta de pasteis de nata. Os melhores que já comi desse lado do Atlântico. Não só isso, havia, ainda, versões de bacalhau, como as que eu tinha visto nas fotos da Gruta de Santo Antônio. Comprei dois de cada. E venho voltando sempre. Além da loja do posto (também tem arroz doce e caldo verde), eles também estão na Feirinha do Alto.

A versão de bacalhau é coroada por azeitona verde

A versão de bacalhau é coroada por azeitona verde

A massa apresenta uma crocância admirável. E os recheios estão no ponto exato em termos de textura e sabor. O de natas não é muito doce, e o de bacalhau acerta no sal.

E sabe o que é melhor? Eles entregam em casa. No Rio, onde está a fábrica, e em Teresópolis. Visita lá o site. http://www.casadasnatas.com.br/

Fica a minha dica. Compre os mais clarinhos. Leve para casa. E aqueça em forno alto, por uns cinco ou seis minutos (uso o meu, elétrico). Fique de olho pra não queimar, porque a potência dos fornos é muito variável. No caso do pastel de nata, quem gosta pode polvilhar um pouco de canela. Já o de bacalhau merece ser regado com azeite do bom antes de ir pro forno.

É muita alegria contida em tão pouco espaço.

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s


%d blogueiros gostam disto: