Posts Tagged ‘Sushi’

Guia 450 Sabores do Rio 56: Ten Kai, um japonês que vai muito além do sushi

24/04/2015
A língua bovina do Ten Kai, servida com limão e molho à base de shoyo: restaurante importa ingredientes japoneses, como minipolvo, lula e gafanhoto caramelizado

A língua bovina do Ten Kai, servida com limão e molho à base de shoyo: restaurante importa ingredientes japoneses, como minipolvo, lula e gafanhoto caramelizado

Cortada em bifinhos finos, a língua bovina é grelhada, a ponto de ficar suculenta e macia. Fatiada, vai à mesa acompanhada de limão taiti e molho de shoyo. Pra comer de palitinho. Um dos melhores restaurantes japoneses da cidade, o Ten Kai, em Ipanema, vai além dos sushis, sashimis e yakisobas. E o músculo bucal da vaca é das melhores pedidas para fugir do trivial. Quem quer o básico não tem do que reclamar ali. Há sushis de salmão e atum, em cortes precisos. Encontramos ussuzukuris de peixe branco servidos em linda louça, com cortes delicados e tempero preciso, de pimenta, gergelim, cebolinha e molho ponzu. As duplinhas são muitas. De camarão e de polvo. Há sempre um combinado de sushis, que pode trazer enguia, pargo (com a pele), lula com sal negro, salmão brulée com ovas do mesmo, e os sashimis variam o tamanho e altura dos cortes de acordo com os peixes, valorizando cada carne, de modo que linguado e robalo são de admirável delicadeza.O tataki de atum é impecável. Os conezinhos de massa crocante recheados com salmão em cubinhos temperado com gergelim agradam iniciantes e iniciados na cozinha japonesa. Os tempurás de lula, camarão e peixe chegam sequinhos e crocantes. E há aquele delicioso repertório de receitas aconchegantes, os arrozes com camarão e ovo, as massinhas tipo noodle chapeadas com shoyo, vegetais e carnes. Mas o que faz do Ten Kai um lugar verdadeiramente distinto são os ingredientes importados diretamente do Japão, escolhidos por Cesar Hasky, sócio do restaurante, que também tem filial no Centro. Além da seleção de saquês, das melhores do Rio, o cardápio da casa pe abrilhantada com aqueles adoráveis minipolvos, macios e de sabor ligeiramente adocicado, as lulas, de textura quase cremosa, e até excentricidades, como o tsukudani inago, ou seja, gafanhoto caramelizado. Na hora da sobremesa, há criações sobre ingredientes típicos do Japão, como o sorvete de chá verde com ameixas, mas também clássicos universais, como o brownie com sorvete e calda de chocolate. Para comer bebendo o licor de ameixas Choya, ácido e docinho, como se faz em casas nipônicas.

TEN KAI – Rua Prudente de Moraes 1.810, Ipanema. Tel. 2540-5100. De ter. a sex., das 19h à 1h; sáb., das 13h à 1h; dom., das 13h à meia-noite. Aceita catões.

 

 

Anúncios

Guia 450 Sabores do Rio 28 – Haru Sushi Bar: com suas ostras frescas e menu esperto, o japonês é um achado em Copacabana

27/03/2015
Enaltecendo o frescor do marisco, o nama kaki é a ostra quase pura, temperada com cítricos do molho ponzo e do limão, com um toque picante da pimenta japonesa togarashi

Enaltecendo o frescor do marisco, o nama kaki é a ostra quase pura, temperada com cítricos do molho ponzo e do limão, com um toque picante da pimenta japonesa togarashi

Nas noites de quarta-feira, por volta das 22h, chega ao Haru Sushi Bar, em Copacabana, um carregamento de ostras, recolhidas na manhã do mesmo dia, em Santa Catarina. Pode atrasar um pouco, até umas 23h. O fato é que essa é a melhor hora para se chegar ao pequeno restaurante, na entrada de uma galeria, com seis mesas na calçada e três no lado interno. Porque elas podem em poucos minutos chegar à mesa. No Japão, muitos dos melhores chefs trabalham assim, em lugares pequenos, com uma cozinha enxuta, e muitas vezes em locais inusitados, como estações de metrô e salas comerciais. É um lugar de ambiente simples, e cozinha ótima, o que se reflete no preço. É possível conversar com o chef Aurélio dos Santos, sócio da casa ao lado de Menandro Rodrigues, o homem por trás do Boodah Sushi Lounge, que estão lá todas as noites. Aurélio fica na cozinha muito perto dos clientes das mesas internas. Para quem curte comida, é o melhor lugar. E a melhor pedida é a degustação do chef, o omakasê, o menu confiança japonês. Basta informar preferências e restrições, que ele monta um percurso cheio de bossa, roteiro que muda regularmente. As ostras são fundamentais. Além de recém-colhidas, são pequenas, com sabor mais delicado e concentrado. Podem chegar em molhos orientais, ou empanadas em panko, entre outras versões. Enaltecendo o seu frescor, o nama kaki é a ostra quase pura, temperada com cítricos do molho ponzo e do limão, com um toque picante da pimenta japonesa togarashi. O usuzukuri chega em cortes finos e precisos, os mais delicados da cidade, expondo o peixe em sua melhor forma. Vale notar na louça produzida por ceramistas japoneses de São Paulo, que realçam a apresentação cuidadosa dos pratos. O repertório é rico, executado com boa técnica e precisão, e pode ter boas sacadas, como um carpaccio de polvo, fininho, fininho, servido com mini nirá salteado e azeite quente, que perfuma o prato, temperado com gergelim e cebolinha picada. E sempre é possível pedir a la carte, pinçando do menu especialidades do chef, como rolinhos de camarão crocante com salmão brûlée. Novidade fresquinha recém-lançada é o wagyu em molho cremoso de cogumelos frescos: além da maciez suprema da carne, chama a atenção o ponto do molho, e seu sabor. A cereja no bolo neste segredinho gostoso que só poderia mesmo existir em Copacabana. Ou em Tóquio… E já ia me esquecendo… Muito boa carta de saquês, com ótimos preços, e até uma refrescante Jeffrey Niña, que vai bem com comida japonesa, aliás.

HARU SUSHI BAR – Rua Raimundo Correia 10, Copacabana. Tel. 2547-6867. De seg. a sáb., do meio-dia à meia-noite. http://www.harurestaurante.com.br Aceita cartões.

Guia 450 Sabores do Rio 27 – Gurumê: o japa moderninho que é um barato, combinando boa comida e preços bem atraentes

26/03/2015
A pipoca de camarão do Gurumê: pedaços do crustáceo em tempurá com molho apimentado

A pipoca de camarão do Gurumê: pedaços do crustáceo em tempurá com molho apimentado

Uma das melhores novidades de 2014 na gastronomia carioca foi o restaurante Gurumê, um japonês despojado e moderno, que reúne duas coisas que todos adoram: boa comida, e preços atraentes. Com ambiente arejado, é um sushi bar de respeito, que segue uma vertente contemporânea da culinária nipônica. Existe um prato que é emblema disso tudo. A pipoca de camarão com maionese picante. Custa R$ 18, e é das coisas mais divertidas a esse preço no Rio. Pedaços de camarões médios são empanados e fritos em massa de tempurá, com precisão. Salgadinhos na medida certa. Nem precisavam de adornos, mas a maionese picante que o acompanha dá relevo e grandeza a esse prato, simples e delicioso. Mas a casa não vive só disso, e o menu – concebido pelo chef Shin Koike, do celebrado japonês paulistano Aizomê – é altamente confiável, com custos aceitáveis. A começar pelos sushis e sashimis, que podem fugir do trivial, e chegam em cortes precisos, com bela apresentação, preparados por Daiti Ieda, pupilo de Koike, em louças caprichadas. Tem barriga de salmão brûlée, vieiras, lagostins com mel, mostarda e shoyo; e atum foi gras e maçã verde laqueada, Mas que também trazem referências consagradas, como ceviches, bem acabados, e apresentados em copos de martini, como o de vieiras; e robata de lula e camarão. Não falta o black cod, peixe da moda nas casas japonesas de todo o mundo, grelhado e envolto em molho missô. Para beber, o saquê da casa é servido em jarrinhas, e são possivelmente a melhor relação custo-benefício deste fermentado japonês no Rio de Janeiro. E a seleção de drinques merece observação. as variações mais ácidas e condimentadas, com pimenta dedo-de-moça inclusive, geralmente vão bem com os pratos da casa. Vale contar uma curiosidade sobre o nome. Gurumê é um neologismo japonês, derivado do francês gourmet, palavra que não existia no vocabulário local. O mesmo aconteceu com outras palavras ocidentais, como mesa, que virou algo como tabilê.

GURUMÊ – Estrada da Gávea 899, São Conrado, Fashion Mall. Tel. 3324-4290. Diariamente, do meio-dia à meia-noite. http://japagurume.com.br/ Aceita cartões.